Sintonia Perfeita por Fernanda Goes

Seja seu casamento em uma igreja, salão de festas ou numa praia, a música é responsável por criar uma atmosfera romântica e apropriada ao ambiente. Assim, a escolha dos profissionais, dos instrumentos e do repertório deve refletir o estilo do evento e a personalidade dos noivos.

Um bom profissional é aquele que está sempre investindo em qualificação e equipamentos, mas também é aquele que sabe como se adequar ao perfil dos noivos. O músico de casamento precisa ser eclético, tocar to­dos os estilos, agradar todas as tribos.

Órgão, instrumentos de sopro e corda complementam as vozes e são capazes de marcar com muita emoção os principais momentos da cerimônia.

Para a festa, escolha pela tradição familiar. Se vocês admiram o estilo de uma banda em particular, contratá-la pode ser uma ótima opção. Se preferem um repertório mais variado, o DJ seria o mais indicado. Ou melhor, agrade a “gregos e troianos” contratando os dois.

A escolha do repertório deve ser orientada pelos músicos escolhidos e pelo cerimonialista, respeitando sempre o perfil e preferências dos noivos. Para que o profissional saiba exatamente o que tocar (e o que não tocar, mesmo que alguém peça), é fundamental marcar uma reunião para uns 40 dias antes do evento.

Leave Your Reply